9.23.2010

Lady's Comics ou Quadrinhos para Senhoritas e Senhoras

Há algum tempo tenho andado um pouco ocupado e, por isso, lendo mais do que escrevendo. Isso me concede um tempo para procurar uma coisa ou outra interessante na internet. Um dia, então, meio que sem querer eu encontrei "um" site de "umas" meninas que resolveram falar sobre a 9ª Arte e outros gêneros ligados a esta.

Lady's Comics é mais que um site, um blog, uma central de artigos. Ele é uma verdade - até meio incômoda para alguns - que elas realmente estão aí - sim, rapaz, "elas", as mulheres - e fazendo um trabalho incomparável.

A premissa básica do site é a premissa básica de milhares de outros (inclusive deste que vos escreve): um ambiente eletrônico para se discutir, divulgar e estudar a nona arte, ilustração, animação, etc. No entanto, com um certo viés: Mariamma, Samanta e Luciana são especialistas em figuras femininas deste universo artístico. E fazem o negócio como especialistas.

O primeiro acerto vem no design do site. Limpo e leve, bem diferente de toda a energia caótica, multicolorida e - por que não dizer - poluída de vários sites e blogs do gênero. O tom de cor claro e o desenho de Lu Cafaggi (lembram do irmão dela? Ele já esteve aqui) dão aquela sensação de calmaria e convidam você a ler os textos, naquele bem pensamento bem oriental de "não espere o fim do texto, vá curtindo o ambiente e cada linha escrita", deixando qualquer um completamente à vontade para se envolver naquele espaço, sem pressa, sem atropelos, sem aperreios.

E se você, "machão", acha que o que vai ler é um bla bla interminável feminino sobre coisas bobas e impressões superficiais acerca de um assunto que elas pouco entendem, então, meu caro, você errou feio! Os textos das meninas além de sintéticos (qualidade que me falta, mas admiro e respeitosamente invejo quem a tem), são precisos e ricos de informações, referências e imagens. Nada é feito irresponsavelmente, pelo contrário, mesmo quando a opinião pessoal das escritoras é, de alguma forma, expressa no texto, é colocada de maneira discreta, com uma educação que o Criador só concedeu ao sexo feminino. Elas se mostram especialistas, já que é possível perceber que há pesquisa, contato com o material e envolvimento com o que está sendo apresentado.

Apesar de tudo, e na afirmação não há uma crítica negativa, a intenção das meninas é revelar, dentro desse mundo aparentemente tão nerd-masculino, a persona feminina em suas variadas formas: personagens, pessoas, autoras, editoras, contribuintes e simpatizantes. Não importa de onde venham ou como fazem, há mulheres do Oriente e do Ocidente, sem esquecer Europa e Brasil. Proposta que elas realmente seguem com uma precisão jornalística e respeitosa. Pelas palavras das autoras:

"A ideia é simples: falar das mulheres que estão presentes (ou que já se foram) no universo da Banda Desenhada. Mostrar que também frequentamos esses lares e que o fazemos em grande estilo! Viemos pra falar das personagens, das autoras, das desenhistas e do que há de novo feito por Ladys'Comics!"

E aí há uma pequena revolução que muita falta fazia ao mundo dos quadrinhos. Algo bem maior e significativo do que colocar mulheres fazendo seu padrõezinhos americanóides com personagens altamente masculinizados, não importa o gênero (sim, Marvel, essa foi pra você). Não é conceder um direito, não é abrir um espaço, é realmente aceitar que há uma força feminina que movimenta toda essa indústria e, muitas vezes mais que muitos outros, o faz de maneira integralmente artística, dobrando os tais padrões a uma visão sensível que só pode ser estabelecida com uma porção de feminilidade obviamente inerente a elas. Mais que uma mera atitude ou movimento, o que as senhoritas Fonseca, Coan e Cafaggi fazem no Lady's Comics é firmar algo que não deveria precisar de afirmação: o lugar de honra que essas mulheres têm, não só no mundo dos quadrinhos, mas em nosso mundo de "nerds-machos-bobões".

Parabéns pelo trabalho meninas. Não direi "sejam bem vindas" a este universo, mas "vocês demoraram a aparecer".


Este post é dedicado a minha noiva, uma mulher que luta pelo direito das mulheres, principalmente aquelas que sofrem violência doméstica, e que pra mim é um exemplo de dedicação e forma de pensar acerca dos problemas sociais e abriu meus olhos para o mundo que eu sequer sabia que existia. Valeu, Amor.

2 comentários:

  1. Nossa! Muito obrigada Luís! Nos sentimos honradas ao receber essas palavras. Nós estamos fazendo este blog com muito carinho, atenção e responsabilidade. Não queremos concorrer, lucrar ou ser o "top" dos blogs. Queremos apenas dizer o que pensamos, falar do que gostamos. Agradecemos o post e damos parabéns a sua noiva! rs Ela com certeza sabe do que estamos falando quando escrevemos naquele blog. Um abraço! Mariamma

    ResponderExcluir
  2. Que nada, Mariamma, eu que agradeço por sempre responderem meus recados por lá e por finalmente trazerem esse tipo de conteúdo pra nós, pobre homens mortais.

    Parabéns pelo trabalho de vocês e muita sorte!

    ResponderExcluir