1.20.2012

A NOVA DC E A MORTE DO SUPERMAN

A DC Comics, editora da Liga da Justiça - pra resumir todas as bandeiras spandex da editora - está de logo novo. Segue abaixo para que vocês vejam.



Se seu cérebro "rebootou" depois disso, relembro a antiga logo:


Eu costumo fazer comentários longos sobre isso, mas dessa vez eu vou tentar não me alongar. Bem, antes de tudo eu preciso dizer: eu achei o logo novo belíssimo. Ele é moderno, visualmente atraente, direto, o lance de ele "mudar de identidade" pra cada linha de trabalho deixou-o dinâmico e até divertido...

MAS... (e sempre que aparece uma adversativa em uma frase as pessoas costumam esquecer o que veio antes)

... Ele não é nada heroico. Não importam quantas luzes verdinhas, sombrinhas, fumacinhas, fios, texturas e o escambal coloquem nesse logo novo em nada ele me passa a energia do anterior. Nada mesmo. Ele é fixo, parado e - até certo ponto - "fofo" (não dá a impressão de que é uma mofada auto-adesiva? Eu acho...). Eu olho pra ele e não consigo identificar que o produto que vou consumir é um comics - e o uso da expressão é esse mesmo: comics, spandex, quadrinhos energizados e bombalizados e cheios de ação de heróis americanos - em nada ele me remete a um quadrinho cheio de fantasia super-heroica.

Não estou aqui pra julgar a DC, mas para constatar um fato: a indústria de quadrinhos americana decretou seu fim - por mais que muitos digam que isso aconteceu (pelo menos intelectualmente) há tempos, acredito que não, que as grandes editoras ainda se mantinham como EDITORAS DE QUADRINHOS SPANDEX.  Mas quando a casa do deus dos super-heróis, O Superman, rende até o significado do que ela é ao mundo dos negócios, bem, então esse sim é o completo fim.

O logo de uma editora não é somente o o símbolo a ser fixado na memória em um instante, mas é a implementação de seus significados, a forma física de suas filosofias, ideias, objetivos e ideais. O logo anterior - já uma evolução de seu primeiro logo, o círculo com estrelas - mostrava a energia da DC, o heroismo de seus personagens, mesmo todos sabendo que sim, ela era uma empresa, ela fazia coisas pensando nas vendas, ela mataria (ou "rebootaria") qualquer coisa pra abocanhar mais verdinhas (ou azuis e amarelas, dependendo do país), ao olhar aquele logo automaticamente o Superman passava voando em sua mente - uma égide total do superheroismo que gerou a cultura spandex - e você sentia que em algum lugar em meio a negociatas, contratos, brigas por mais ou menos vendas, ainda havia um fã concreto tentando fazer seu trabalho, tentando manter a chama viva, ainda existia algo ali, naquelas linhas angulares e pontas, de que ainda é possível acreditar em algo.

Esse novo logo destrói isso. Ele é um tiro definitivo no Superman. Ele define o fim de uma era que tentou perdurar por mais tempo que o necessário às mudanças...

... ou talvez, EU tenha que decretar minha falência como fã de quadrinhos...


4 comentários:

  1. Parece que a DC quer provocar a marvel com essa mudança em sua logotipia. Se a Marvel comprar a briga e mudar a sua também estará assinando atestado de imbeciliade:)

    E é engraçado que com a queda das vendas e o reestabelecimento do segundo lugar no mercado a estratégia de reboot da DC provou ser apenas isso uma estratégia...uma forçação de barra pra voltar a vender. Agora com o barco voltando a afundar eles mudam o logotipo e chamam o Rob Liefeld pra escrever e desenhar.

    Sinto falta de coisas sólidas relacionadas a quadrinhos. Todas as revistas estão sempre à beira do cancelamento e sempre submetidas a mudanças de humor dos editores ou a alguma nova modinha passageira sem conteúdo.

    Aliás as masters hoje se alimentam de midinhas sem conteúdo. Destroem Gotham City, Exterminam Mutantes, Criam guerras entre os heróis, Matam e ressucitam personagens a esmo. ...sabe duma coisa vou ali comprar uma Mônica e um Tex. O resto pra mim tá entrando na categoria LIXO.

    ResponderExcluir
  2. Rapaz, falou JJ Marreiro. Por sinal... Tex, né? Rapaz, e em pensar que a última que li do TEX, uma gigante, foi desenhada por um argentino. Adorei. Desenhos muito muito bons mesmo e uma história hiper envolvente. Taí, os americanos podiam aprender daí.

    Quanto à Marvel... o povo já fala que ela vai rebootar tudo também... é, né?

    ResponderExcluir
  3. olhe pro logotipo e veja o conceito de arte dos logos de produtoras de filmes. Acho que DC e Marvel estão atrelando cada vez mais suas HQs ao cinema e esse logo é prova disso.

    E os quadrinhos vivem de reboot há tanto tempo que eu nem me interesso mais. A linha Ultimate foi a última coisa que eu ainda li com paixão... e faz tempo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim. Há grande verdade no que vc diz!

      Excluir